quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Terminaram as Obras na Igreja Matriz de São José

São José da Laje já pode exibir o mais belo templo católico moderno do interior alagoano.

Depois de quase 4 meses de esforço da comunidade católica lajense e do Pe. Antonio Alexandre, finalmente foram concluída as obras de recuperação da faixada externas e internas, bem como do assoalho superior da Igreja Matriz de São José.
Ainda faltam a recuperação dos vitrais e do relógio do templo.
Para sabermos mais detalhes nos próximos dias estaremos publicando uma entrevista com o Pe. Alexandre a ser marcada na próxima semana.
Por enquanto veja como ficou a Igreja Matriz nesta linda foto:
b
b


terça-feira, 13 de novembro de 2007

Lajenses de Destaque!

Andando pela Net podemos encontrar muita coisa, veja a pequena biografia desses dois lajenses:

Um desses é o Agnaldo Cardoso, autor do romance espírita Oásis Sertanejo, publicado em 2003 pela Petit Editora, é advogado, militar do Exército, hoje na reserva, natural de São José da Laje, Alagoas. Reside em Olinda, Pernambuco, com a esposa e duas filhas. Palestrante espírita requisitado na região, é colaborador do Neam – Núcleo Espírita Aristides Monteiro, onde também dirige as sessões de desobsessão, trabalho de assistência espiritual ao qual se dedica com empenho. Mais informações sobre ele e sua visão sobre sua religião clique aqui.

Outra recém encontrada também nessa área de domínio da arte de escrever é a Dorothy de Brito Steil, autora de diversos contos e poesias e que mantém um site no ar com algumas de suas poesias e contos brilhantes, que nos fazem lembrar coisas tolas porém inesquecíveis comuns às nossas criancices... Confiram clicando aqui.

Em breve adiciono mais informações sobe Lajenses Brilhantes...

Esta nossa Laje tem que voltar a ser A Princesa das Fronteiras!


Um Lajense Saudoso

Passeando pela Net encontrei um blog de um filho de nossa terra, o Daslan, nascido na Laje e radicado em Timbaúba, Pernambuco. Na postagem Um dia de Finados nos Anos 60 ele fala de um dia de peraltice quando criança em nossa cidade, citando sua amizade, ainda criança, com uma das filhas do nosso Drº Amaury, o único dentista acessível aos pobres nos anos 80 e ainda hoje vivo na nossa querida Laje, não deixem de visitar o blog Passarela Cultural.

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Mais uma em Alagoas: Operação Carranca

Polícia Federal prende mais homens de bem em Alagoas: ex-prefeitos, vereadores e assessores, gente de primeira linha...

Parece brincadeira, mas agora mudaram o estilo das visitas da Polícia Federal em Alagoas: Operação Carranca. Sugiro que leiam www.gazetaweb.com e www.alagoas24horas.com.br porque aqui estou sem comentários.

Veja a charge que o pessoal do site Charges.com.br fizeram pra momentos como este.

domingo, 11 de novembro de 2007

Arrumações na Briga Pelo Poder Lajense...

O Tucanado lajense firma acordo político com o prefeito Neno e reforça por tabela a posição oposicionista do PT lajense. Relances da dinâmica política na nossa futura Princesa das Fronteiras!

O PSDB, partido do governador Téo Vilela, imerso na maior crise administrativa do Estado de Alagoas, desde 1997 ( Á Época do Suruagy), aliou-se ao governo municipal para a disputa no pleito do próximo ano. Certamente, quem vivenciou a movimentação política na última eleição em 2006, esperava por essa aliança, que se consolidou com a posse do filho do presidente do partido Engenheiro Marivaldo Coutinho, nosso amigo Kiko, na Secretaria Municipal de Agricultura. O PSDB também é o partido do vereador Edson Santos. Infelizmente, PT e PSDB na Laje, historicamente são inexpressivos em número de votos. O PT ainda elegeu Gilson Brito e o PSDB numca chegou nem perto disso.
Enquanto isso o PT do nosso presidente Lula, não decidiu ainda a quem apóiar, claramente. Na última reunião onde estiveram presentes o deputado estadual Paulão e o senhor Ricardo Valença (ex-superintendente da FUNASA), a pauta foi a eleição dos presidentes dos diretórios. Apesar do caráter eleitoral da reunião do Partido dos Trabalhadores, ficou evidente a aversão do apoio petista a recondução do prefeito Neno a Prefeitura Municipal.

No entanto o PT da Laje também tem suas inconsistências. O único vereador pelo partido Gilson Brito, nas últimas eleições esqueceu-se dos deputados petistas e pediu votos para Chico Tenório e Luís Pedro. (Isso é coisa de petista?) Lá estava ele, sem dar uma palavra, e o Ricardo Valença citando seu erro e agora anunciando sua reabilitação. Na verdade tá na cara que o o vereador aguarda no PT a chance de reeleição, caso não haja um candidato mais forte dentro do partido. O Drº Neto seria nesse caso uma ameaça, já que filiado ao PT, sempre bem votado, com serviços prestados na sociedade lajense, sua candidatura a vereador seria vitoriosa, levando consigo os votos da legenda petista. Gilson Brito enfrentaria duas eleições: dentro do partido e fora dele. Mas desses candidatos, qual deles tem perfil de petista? É exatamente esta falta de perfil do vereador Gilson Brito que tem feito os filiados ao PT calarem-se nas reuniões e comentarem nas conversas informais suas reais intenções. O PT tem excelentes filiados "candidatáveis" mas estes não têm mandato e nem recursos pra tocar uma campanha vitoriosa.
Só pra lembrar, os mesmos PT e PSDB na Laje, estiveram juntos nas últimas eleições municipais, apoiando o então candidato Dudui, da coligação O Futuro é Agora, formando o grupão com os partidos PP / PSL / PL / PSB . Por isso a relevância desta postagem no Blog Antonio Neto Século XXI.
Este mês marcou o regresso da senhora Carly Valença, irmã do vereador Henrique Valença, ao cenário político lajense, ela é a nova secretária de Assistência Social. Mais carismática do que qualquer outra mulher no governo municipal, foi uma importante junção ao governo Neno. Tomara que hajam ações sociais mais importantes e menos eleitoreiras...
Viva a Laje, um dia A Princesa das Fronteiras novamente!




sábado, 3 de novembro de 2007

A Verdadeira Briga Pelo Poder Lajense!


Eleições 2008 agitam cenário político lajense...

Ainda faltam 11 meses para as eleições municipais e São José da Laje vive em polvorosa os rumores que saem dos bastidores da política lajense, vereadores compram-se e vendem-se na situação ou na oposição, é a dinâmica da políticagem. Partidos apostam em cidadãos das mais variadas parcelas da sociedade, sem importância alguma os seus atos e fatos, (é uma redenção), o que importa apenas é que eles sejam elegíveis, (todo cidadão, geralmente é) mas aqui o termo "elegível" quer dizer mesmo - que possam realmente vencer nas eleições vindouras...
Cada dia que passa tenho mais certeza que a sociedade lajense tem que se organizar e atuar no campo social através de ongs, porque os nossos partidos locais têm seguido a risca a idéias - e não as ideologias - dos seus diretórios nacionais.
Tem gente se aliando com tudo quanto é gente pra governar os mais de R$ 16 milhões da receita orçamentária lajense - e o povo acreditando que é tudo pelo social. Não importa neste momento a índole de ninguém, o que importa é se eles dão voto ou não. Todo homem e toda mulher na Laje (e por todo o país) tem um único valor: votos!
Já existe gente de cara amarrada e gananciosa dando uma de ovelhinha desgarrada e sorridente. Esta semana um desses malucos passou pela rua tão interessado em dar tchau e sorrisos que pôs em risco a segurança dos pedestres - Vamos prestar atenção!
Os "militantes" dos partidos que neste momento fazem oposição (sim agora a Laje tem oposição!) ao prefeito distribuem um adesivo com as inscrições "Tem Que Ser Bom", pela cidade. O que será que quer dizer isso? É uma afirmação de que pra vencer o atual prefeito "tem que ser bom" de urna ou uma provocação dizendo que pra vencê-los o prefeito é que "tem que ser bom"?
Sinto muito, mas se esse pessoal todo usasse todo esse marketing pra divulgar boas idéias e praticando-as mudasse a realidade dos lajenses, desse mais oportunidades aos jovens e ao velhos mais prazer de viver, ah seríamos realmente "A Princesa das Fronteiras", no entanto... Sabemos o que temos!
Mas eu sei o que os move: Uma receita de mais de R$ 16 milhões.