sábado, 4 de agosto de 2007

Sobre as Caixas Pretas dos Aviões

Vejam este brilhante post retirado do Blog do Teatcher sobre as caixas pretas dos aviões.


De que é feito a caixa-preta dos aviões?
Primeiramente a caixa não é preta, mas laranja - uma cor berrante que facilita sua localização em meio aos destroços, não importa onde a aeronave tenha caído.

São capazes de suportar uma aceleração de 33 km/s², uma impacto de 3.400G (1G= força de gravidade da Terra), temperaturas de até 1.100º C por uma hora, e pressão aquática em profundidades de até 6.000 m.

Proteção de alumínio - existe uma fina camada de alumínio em volta da pilha de cartões de memória.

Isolamento contra altas temperaturas - este material feito de sílica seca tem 2,54 cm de espessura e fornece proteção térmica contra altas temperaturas. É isso que mantém as placas de memória a salvo durante incêndios pós-acidentes.-

Cobertura de aço inoxidável - o material de isolamento contra altas temperaturas fica dentro de um compartimento de aço inoxidável com aproximadamente 0,64 cm de espessura. O titânio também é usado para criar esta blindagem.

Se a caixa preta dos aviões são indestrutiveis, por que não constroem o avião com o mesmo material?

Calma a Física explica tudo...

Se o avião fosse construido do mesmo material da caixa preta, iria ser muito mais pesado, consumiria muito mais combustível... ainda que o avião resista a um possivel impacto, os seus tripulantes não resistiriam a esse impacto. Na brutal desaceleração, o que mata não é o primeiro choque mas o segundo que é o impacto do passageiro contra os assentos e partes fixas e móveis do interior da aeronave, caso fossem instalados cadeiras e cintos suficientes para conter esse impacto, os passageiros morreriam da mesma forma , pois seus orgãos internos se romperiam diante de tão brutal desaceleração e dissipação de energia adquirida no choque.

Então não deixem de visitar o Blog do Teatcher!