domingo, 27 de julho de 2008

PTB, PP e PDT disputando eleições na Laje.

PTB 14, PP 11 e PDT 12, disputam nas eleições 2008 a prefeitura de São José da Laje, um episódio da nossa história que deve ser registrado.
Nem Neno X Luizinho, nem Neno X Dudui, com o racha do PTB e PSDB, são três concorrentes ao cargo de prefeito em São José da Laje: Neno, tentando a reeleição pelo PTB, Marcio Lyra (Dudui) tentando eleger-se pelo PP e quem diria, o atual vice-prefeito Pedro Matias, juntou-se com o ex-prefeito Luiz Daniel (PSDB) para tentar eleger-se prefeito pelo PDT.
Na última eleição municipal em 2004 já vimos coisa de outro mundo, quando pudemos assistir Luiz Daniel subindo no palanque de Neno pedindo votos para elegê-lo, também pudera, segundo Luizinho Dudui, seu vice, o havia arrancado da Prefeitura traiçoeiramente... Mas Luzinho quando Prefeito, temia a possibilidade de ser derrotado numa nova eleição pelo Neno, tanto que não perdia a oportunidade, sempre nas reuniões com o funcionalismo, de falar mau do Neno, sempre se referindo a ele como "Coisa Ruim", "Furacão Pior do que a cheia de 69" e outros coisas.
Hoje vemos o vice de Neno, Pedro Matias, tentando honrosamente sentar-se na cadeira de Prefeito. Será que se ele tivesse tomado a atitude de Dudui quando derrubou Luizinho da Prefeitura, contra Neno, teria obtido êxito? Essa indagação fica entre aquelas sem respostas.
Mas Pedro Matias é muito conhecido pela sua administração a frente da Cooperativa, ou existe alguém com no mínimo 30 anos de idade que esqueceu daquela fase da história lajense.
Dudui tem no currículo uma tentativa de moralizar a administração municipal quando realizou em 2004 (ano da eleição) um concurso público em que não houve intromissão sua nos resultados, isso sua própria equipe sofreu, quando viu seus apadrinhados serem demitidos dos empregos de agente de saúde por ocuparem os espaços dos "concursados".
Em matéria de concurso a administração de Luiz Daniel fez uma vergonha tremenda, quando em 2001 realizou um concurso público de fachada, no certame foram aprovados todos os parentes e indicados de um dos atuais candidatos a vereador de seus secretários e de uma família de funcionários públicos, que historicamente apoiaram Luizinho, os quais hoje, parece, estão pedindo votos para Neno. Será? Dizem que há descontentes na suposta família, porque queriam um cargo de secretário e só conseguiram chefias de departamentos, órgãos públicos e direção de escolas, projetos e conselhos municipais (acham pouco).
Mas nossa cidade não pode viver em torno desse povo, Luizinho, Pedro Matias, Dudui e Neno têm que ser encarados apenas como atores sociais, importantes, porém dependentes de nosso sufrágio (voto), nós os cidadãos comuns. Não importa quem saia vitorioso importa que sejamos fiscais de sua administração e pensemos bem no que faremos nas eleições de outubro próximo.
Então para os Lajenses Ausentes e cidadãos comuns que foram tentar a vida lá fora, trabalhando de pedreiro, empregada doméstica, varredor de rua, garis, estudantes etc, saibam que os candidatos a prefeito da Laje em 2008 são: Neno, com seu vice Amauri Fonseca (PTB), Marcio Lyra, o Dudui, com seu vice Zé Uilson (PP) e Pedro Matias, com seu vice Luiz Daniel (PDT).

Nenhum comentário: