sábado, 16 de fevereiro de 2008

Saudades Lajenses...


Navegando pelo Orkut, visitei o album do amigo e lajense Daslan, tive a surpresa de ver esta foto da praça Ramiro Costa Pereira... Foi surpreedente, porque quando criança alcancei resquícios desta paisagem e sempre quís saber porque fizeram um círculo tão grande no centro da praça, descobri que a ornamentação completa era muito mais bela...

Ao fundo podemos ver a Estação Ferroviária e a praça como um todo nos enche de um sentimento de alegria porque, para quem não viveu essa época, como eu (27 anos de idade), mas escuta as histórias de Daslan ou do Waldemar Matias, dos parentes mais velhos, sente o quanto primava pela beleza nossa São José da Laje.

Infelizmente hoje a cultura lajense tá tão deixada de lado. Com o país em plena globalização vivemos de uma cultura importada, que nada tem haver conosco mas se vai "entranhando" em nosso dia a dia, como um parasita invasor. Nem um espaço temos para expôr e guardar nossas lembranças, nossas aventuras, nada.

Cada lajense parece que viveu e morreu sem deixar história alguma, o que é mentira! Então gostaria muito de engajar-me num movimento que planejasse revitalizar aquela Estação Ferroviária para que abrigasse um centro de cultura lajense. Puxa imagino as visitações, as histórias que poderiam ser contadas lá...

Vamos!