sábado, 30 de maio de 2009

Este ano tem São João em São José da Laje


A Prefeitura Municipal prepara um São João de Arrebentar o Balão em São José da Laje. Nada mais nada menos que 16 noites de festa! Atrações regionais e locais, apresentações de quadrilhas e muito mais!


Visando o resgate cultural de nossa sociedade, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, enquanto articuladora de relações socio-educacionais, buscando desenvolver ações de conservação do nosso patrimônio histórico e cultural, preservando nossas raízes apresentará o maior São João que São José da Laje já viu!
Foi com palavras como as acima inscritas que recebi o folder entitulado "Projeto Junino - São João em São José", das mãos da Secretaria Municipal de Educação Profª Ana Aparecida.
A alegria foi tamanha ao ver que teremos apresentações culturais e artistas locais incluídos neste São João em São José. Meu filho terá a chance de ver uma quadrilha matuta e um forró pé de serra da melhor qualidade.
E para os moderninhos haverá bandas como Máquina do Tempo, Expresso Forronejo, Banda Miragem, Originais do Forró, Sirigaita do Forró, tudo a gosto de quem curte esse forró moderno e eletrônico, eu particularmente gosto, porém entre eles e um forró pé de serra, prefiro o último, ainda mais no São João.
Sendo assim, como cidadão lajense estarei presente as apresentações de Dólar do Acordeon, Forró do Luiz Paixão e Ivaldo Maceió, bem como Claudio Rios. Não deixarei de prestigiar os artistas da minha terra.
Serão 16 noites de puro forró concentrado na Praça Multieventos, mais precisamente no palhoção central que será entitulado "Arraiá do Arrasta Pé em São José", segue a programação:

1. Dia 12/06 - Abertura dos Festejos Juninos
Apresentação de Quadrilhas
Guardiões do Forró
Evaldo Silva

2. Dia 13/06

Forró Luiz Paixão
Zé Mocó
Claudio Rios

3. Dia 14/06

Apresentação de Quadrilhas
Forró Luiz Paixão
Simone Rodrigues

4. Dia 16/06

Forró Luiz Paixão
Galeguinho de Caruru
5. Dia 17/06

Forró Luiz Paixão
Geraldino do Forró

6. Dia 18/06

Forró Luiz Paixão
Dólar do Acordeon

7. Dia 19/06

Forró Luiz Paixão
Djair e Banda
Máquina do Tempo

8. Dia 20/06

Forró Luiz Paixão
Expresso Forronejo
Ivaldo Maceió

9. Dia 21/06

Forró Luiz Paixão
Djair Forró Pé de Serra
Sirigaita do Forró

10. Dia 23/06
Apresentação de Quadrilhas
Bacamarteiros de Caruaru
Originais do Forró
Vereda Tropical

11. Dia 24/06

Concurso de Sanfoneiros
Forró Luiz Paixão
Forró Pesado

12. Dia 25/06

Forró Luiz Paixão
Dólar do Acordeon

13. Dia 26/06

Forró Luiz Paixão
Mourinha do Forró
Gilberto e Banda

14. Dia 27/06

Forró Luiz Paixão
Xameguinho
Banda Miragem

15. Dia 28/06

Forró Braiado
Flôr de Mandacarú

16. Dia 30/06

Encontro Intermunicipal de Quadrilhas
Forró Luiz Paixão

Pois bem meus amigos lajenses que estão longe de casa, venham pra Laje neste São João que vocês não ficarão parados, sabe como é né! Além dos Forrós nas casas dos amigos vocês terão o maior São João da Laje acontecendo na Praça Multieventos.

Fonte: Prefeitura Municipal de São José da Laje/Secretaria Municipal de Educação e Cultura

Obs.: Este blog é pessoal, possui domínio registrado em entidade idônea nos Estados Unidos. Não recebe nenhum tipo de incentivo ou subsídio de qualquer governo ou grupo político. Por ser pessoal visa apenas os objetivos do seu idealizador, sendo um dos quais divulgar as ações efetivadas em São José da Laje, quer sejam obras do poder público ou da sociedade civil. Meus comentários são opiniões acerca do que acontece em nossa cidade. A única coisa em que sou candidato é em concurso público.
Aguardem o nosso portal dos lajenses no endereço: WWW.SAOJOSEDALAJE.NET.
Em fase de produção. Quer ser um colaborador? Envie um e-mail para netohis@hotmail.com.

terça-feira, 12 de maio de 2009

Ricardo Valença é escolhido pelo PT para assumir Educação

Um lajense no comando da Educação de Maceió!

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Ricardo Valença, 52, foi o indicado pela agremiação para assumir a Secretaria Municipal de Educação. O nome de Valença saiu depois de uma reunião com a base do partido. Internamente, o PT discutiu – além do nome de Valença – os nomes do ex-vereador Thomaz Beltrão e da sindicalista Lenilda Lima, mas prevaleceu a indicação do presidente estadual do partido.

Neste momento, Ricardo Valença se encaminha para uma reunião com o prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP), para que este referende o nome indicado pelo Partido dos Trabalhadores. Com a indicação do PT para a pasta da Educação, se amplia a aliança formada pelos partidos que integram a base do Governo Federal.

Além do PT, marcham junto com Cícero Almeida no Executivo municipal o PDT, o PTB, o próprio PP do prefeito.



Que é ele?

Ricardo Valença é funcionário de carreira da Funasa, pertence à corrente da articulação e assume a Educação em meio a uma turbulência na pasta, que teve início com a saída do ex-secretário Tadeu Lira. Depois da saída de Lira, o cargo foi assumido pelo ainda secretário Sérgio Vilela, que havia deixado a pasta da Administração de Cícero Almeida.

O prefeito colocou – na manhã de hoje – que não se trata de uma composição política, mas sim de uma abertura de alianças que buscam um alinhamento com a base do Governo Federal. O mesmo discurso foi adotado pelos petistas. O presidente municipal do PT, Gino César, salientou que o PT vai para a administração municipal para ser parceiro. “Estamos juntos para construir com o prefeito em toda a administração. O PT passa a ter o bônus e o ônus da administração”, colocou César.
O futuro secretário Ricardo Valença colocou que só se pronunciaria sobre o assunto após a reunião com o prefeito de Maceió. Valença é odontólogo por formação e funcionário de carreira da Fundação Nacional de Saúde, onde exerceu a coordenação geral.
Minha Opinião
Como eu não sou papagaio de marinheiro que só repete o que se fala, vai aí minha opinião:
Não fosse a história de Ricardo Valença dentro do PT e seu poder de articulação junto as esferas superiores do partido, certamente não ocuparia este lugar na administração municipal de Maceió. Isso nos remonta a um projeto bem formulado para 2010, ou será 2012 uma vez que sua esposa assumiu e é aqui em São José da Laje a secretaria de saúde no governo do atual prefeito Marcio Lyra (Dudui)?
Muito me alegra ver um lajense obter sucesso em sua vida pessoal e profissional e o senhor Ricardo Valença muito nos orgulha.
Porém nas fileiras de luta do PT, partido que tem o meu voto incondicional nas eleições presidenciais de 2010 existem muitas outras personalidades ligadas a área de educação e que seriam igualmente excelentes nomes, uma vez que melhor personalizados na luta do magistério alagoano.
Será que a luta não será por demais pesada? Bem isso quem decidirá será o povo de Maceió e de Alagoas em 2010.
Acredito em sua capacidade de articulação como diferencial mas ser oposição não é a mesma coisa que ser governo, o PT já viu isso na prática, agora é a vez do PT de Alagoas (finalmente decidindo crescer e se tornar um partido forte aqui em AL) sentir isso na pele.
Boa sorte Ricardo Valença, o homem que persevera alcançara a vitória nos seus planos!
Segundo Gino César presidente do diretório municipal do PT (em Maceió):
"Assumindo este grande desafio, também assumimos um grande ônus porque fomos oposição no último pleito municipal. Vamos contribuir tecnicamente, de forma independente, mas com a concepção petista, assumindo responsabilidades e primando pela transparência.
Não aceitaremos, por exemplo, que digam que determinado problema não é nosso, porque a pasta não nos pertence", avaliou Gino.
Para o dirigente, se a escolha de Ricardo Valença à Educação fosse uma forma de compensar a derrota em outubro passado, o PT teria decidido pelo nome do ex-vereador Thomaz Beltrão - que ficou incumbido, pelo PT, de indicar o sub-secretário.
Palavras de Ricardo Valença:
Já o novo secretário afirmou que irá trabalhar para fazer da sala de aula 'o reflexo da família'."Não dá mais para aceitarmos que, a cada 100 pessoas assassinadas, 17 sejam jovens. Vamos dizer como recebemos a pasta e traçar metas", comentou Ricardo Valença, ao ser indagado sobre auditoria, iniciada pela Prefeitura, nas contas da Educação, onde a suspeita de 'rombo' chegaria a R$ 7 milhões.

Foto: Alagoas24horas e Gazetaweb.com



Vereador de Maceió Lança Blog!

O vereador por Maceió, Ricardo Barbosa (PSOL) lançou o seu blog oficial. Um meio inovador e interativo para ser um canal de comunicação entre os cidadãos e seu mandato, como dito pelo parlamentar, popular.

A intenção do blog é:
A criação deste blog busca garantir a participação de toda a população no mandato legislativo do vereador Ricardo Barbosa (PSOL) e também manter uma relação de transparência sobre a atuação do parlamentar no Poder Legislativo. Aproveite a oportunidade e nos ajude a garantir uma verdadeira representação popular na Câmara Municipal de Maceió.

Quem é Ricardo Barbosa?

Ricardo Barbosa, 39 anos, é advogado, tendo concluído o curso de direito na Universidade do Distrito Federal (UDF), em Brasília. Atualmente é Vereador e Presidente do Diretório Municipal do PSOL de Maceió, além de Secretário Geral do Diretório Estadual.
Iniciou sua militância em 1986, ainda aos 17 anos, no movimento estudantil, época em que já era filiado “interno” do PT, já que ainda menor de idade. Em 1988, junto com outros lutadores, foi um dos principais dirigentes da maior mobilização estudantil já vista em Alagoas contra o aumento de mensalidades no CESMAC. Ainda neste período, Ricardo ajudou na construção de várias entidades estudantis, seja no movimento secundarista ou universitário, tendo sido membro do Diretório Acadêmico de Psicologia. Em 1990, no curso de direito do CESMAC, foi Presidente do Diretório Acadêmico.
Em 1989, Ricardo foi um dos fundadores da corrente interna ao PT denominada “Convergência Socialista”, de origem trotskysta, a qual, em 1992, foi expulsa do PT por criticar a postura de sua direção de não querer ir às ruas e exigir o “Fora Collor”, como fizeram milhões de brasileiros, terminando com o impeachment do então Presidente Fernando Collor de Mello.
Após a expulsão do PT, Ricardo foi um dos principais fundadores do PSTU, em Alagoas e em nível nacional, tendo passagem por Brasília, quando foi assessor parlamentar na Câmara dos Deputados e por São Paulo, de onde coordenou a campanha nacional de legalização do PSTU, concluída em 1995. Em 1997, Ricardo retorna à Brasília, novamente para a tarefa da assessoria parlamentar, desta vez no Gabinete do então Deputado Federal do PSTU Lindbergh Farias, pelo Rio de Janeiro.
De volta a Alagoas, Ricardo se candidatou ao Governo do Estado em 2002, a Prefeito de Maceió, em 2004 e, em 2006, foi candidato a Governador novamente, já no PSOL. Obteve excelente desempenho nos debates, principalmente no da TV Gazeta, quando “desmascarou” os candidatos usineiros. Conseguiu uma excelente votação no Estado e, principalmente, na capital, onde teve quase 10% dos votos dos eleitores de Maceió.
Em 2008, como candidato a vereador, expôs um programa de esquerda e socialista. E, sem participar do jogo sujo da compra de votos e dos acordos espúrios e eleitoreiros, conseguiu, junto com sua companheira Heloísa Helena, a vereadora mais votada do País, eleger-se vereador, para engrossar as fileiras dos lutadores por uma sociedade mais justa, fraterna, socialista e com liberdade.

Será que nossos vereadores, do auge dos seus mais de 300 votos conquistados nas urnas lajenses, estão abertos para a discussão e audição de críticas e elogios aos seus mandatos?

Será que alguns de nossos nobres cidadãos e será que nós mesmos estamos dispostos a ouvir críticas ou será que nos julgaremos acima de qualquer avaliação?

Bem, é por isso que eu não sirvo pra ser candidato a nada (cargo eletivo político), só em concurso público porque não preciso vestir-me de astúcia nem falsidade, é somente eu e a minha pouca bagagem tentando vencer a prova da banca examinadora. Quando me cansar disso vou empreender na iniciativa privada porque, sinceramente, politicagem não está para mim...


Fonte: www.ricardobarbosapsol.blogspot.com

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Triste Herança!

MPF denuncia prefeito de São José da Lage/AL por desvio de recursos
16/10/2008 16h21

Paulo Roberto Pereira de Araújo é acusado de realizar dispensas irregulares de licitações e desviar recursos públicos; MPF pede afastamento do prefeito
O Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional da República da 5.ª Região, no Recife, denunciou Paulo Roberto Pereira de Araújo, prefeito do município de São José da Lage/AL, por dispensa irregular de licitação, falsidade ideológica e desvio de verbas públicas.
Os delitos estão previstos nos artigos 89 da Lei nº 8.666/93, 299 e parágrafo único do Código Penal e 1.º, inciso I, do Decreto-lei nº 201/66, combinados com os artigos 29 e 71 do referido Código Penal.
A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) firmou com o município de São José da Lage/AL, em dezembro de 2000, o Convênio DDE n.º 063/2000, no valor de R$ 880 mil (sendo R$ 80 mil a contrapartida a ser financiada pelo próprio município), para a realização de obras de drenagem superficial e recuperação de estradas vicinais no município.
Fundamentando-se no decreto governamental que declarou “estado de calamidade pública” em vários municípios alagoanos, dentre os quais São José da Laje, em razão das fortes chuvas que provocaram alagamentos na região a partir de julho de 2000, o prefeito resolveu dispensar indevidamente o procedimento licitatório legal e constitucionalmente exigido, pois não indicou a repercussão específica desse fato para a urgências das obras.
Segundo apurou o MPF, as três empreiteiras contratadas emitiram notas fiscais de conteúdo falso, pois indicavam que as obras foram concluídas em, no máximo, uma semana após a liberação dos recursos, o que não seria possível, dada a natureza do trabalho a ser realizado, que envolve transporte de máquinas, aquisição de materiais, arregimentação de mão-de-obra com um mínimo de experiência e especialização, alojamento de pessoal etc.
O MPF encontrou fortes evidências de que as obras não foram integralmente realizadas, e de que os recursos foram desviados em benefício das empresas contratadas sem licitação. Os três empresários envolvidos no caso também foram denunciados pelo MPF, e um deles, inclusive, admitiu a falsidade ideológica relacionada às notas fiscais.A denúncia foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 5.ª Região, e não à Justiça Federal em primeira instância, porque o cargo de prefeito confere a Araújo o direito a privilégio de foro. Os denunciados têm direito a apresentar defesa preliminar no prazo de 15 dias após serem notificados. Passada essa fase, o tribunal julgará o recebimento da denúncia, que se for acatada, dará início a um processo criminal em que o prefeito e os empresários serão réus.
Considerando a gravidade do caso e o fato de que Paulo Roberto Pereira de Araújo já responde a processo criminal (relacionado à chamada Operação Guabiru), o MPF pediu ainda o seu afastamento do cargo de prefeito, enquanto durar o processo, de modo a evitar a continuidade dos prejuízos que ele vem causando ao município.
N.º do processo no TRF-5: 2004.80.00.002502-0 (INQ 1319 AL)
http://www.trf5.jus.br/processo/2004.80.00.002502-0
A divulgação desta notícia não substitui a comunicação oficial deste ato pelo órgão responsável.
Assessoria de Comunicação SocialProcuradoria Regional da República da 5.ª RegiãoTelefones: (81) 2121.9869 / 2121.9876
Obs.: "(...) Posso até não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu Direito de dizê-las." Voltaire, filósofo francês.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

São José da Laje: Um novo governo e uma nova esperança!

O Prefeito eleito Marcio Lyra (Dudui) completa 1 mês de governo na prefeitura e ainda arrumando a casa, já começa a mostrar resultados e propostas para seus próximos anos a frente do executivo municipal.

A maravilha da democracia brasileira é o nosso país, nosso estado e nossas cidades poderem ser governadas alternadamente por todas as forças e ideologias políticas existentes. Nenhum partido ou grupo político pode fincar os pés no poder e dali não sair. De 4 em 4 anos temos a chance de mudar tudo, e quando não ficamos satisfeitos com a atual situação das coisas, exercemos esse direito maravilhoso, que é o sulfrágio universal mediante o voto.

Saímos de um processo político conturbado, onde um candidato teve sua candidatura impugnada devido erros e crimes praticados durante a gestão municipal, e punido, perdeu o direito ao exercício do mandato político, isso é o Brasil que temos hoje, onde até os grandes da política podem ser punidos por seus crimes, eles não são deuses.

Não poderia eu deixar de registrar a emoção das pessoas que estiveram presente a sessão solene da Câmara Municipal de 30 de março de 2009, estabelecida para dar posse ao novo prefeito e vice-prefeito eleito de nossa cidade, os senhores Márcio Lyra e José Uilson, respectivamente.

A Câmara foi pequena pra conter a animação que tomou conta do povo que lotou a travessa Poeta João Pinheiro, a festa da democracia necessitava ser selada naquele lugar.
Independente do grupo político vitorioso nas eleições suplementares de 15 de março a festa do povo lajense para homenagear seu novo prefeito fez resplandecer um clima de esperança e de alegria como faz tempo não se via.
Aplausos, manifestações de apoio e um forte sentimento de esperança...
Vez por outra a voz do presidente da sessão solene de posse do novo executivo municipal, o vereador João Ciríaco (o João da Galinha) era abafada pelos gritos de viva e de alegria dos correligionários e eleitores do novo prefeito, o Márcio Lyra (Dudui).
Ele tentava desvincular aquele momento da campanha que se passou mas não conseguia. Como conseguiria se todo aquele povo tinha sido crucial para o sucesso da campanha de Dudui? Foram aqueles eleitores que somaram mais de 50% dos votos válidos e elegeram o prefeito não tinha como desvincular uma festa da outra!
A democracia tem que ser respeitada e o povo que elege seu prefeito tem o direito de gritar, chorar e rir de alegria, a festa é da democracia e temos que dar graças a Deus por ela existir.
Nova visão da administração pública
Tenho como maior lembrança do primeiro governo de Dudui, entre 2003/04, o concurso público para preenchimento de emprego público de agentes de saúde do PSF.
Eu havia sido agente desde março de 1999.
Em 2003 Luizinho foi afastado pela justiça do cargo de Prefeito e o vice-prefeito, o Dudui assumiu a prefeitura definitivamente... as coisas começariam a melhorar naquele momento.
Já em 2004 o prefeito Márcio Lyra publicou o edital para os empregos públicos (regidos pela CLT) para o Programa de Sáude da Família, eram 53 vagas de agente de saúde.
Se eu não passasse estaria desempregado, se passasse nada mudaria, o que aconteceu?
Naquela época a secretaria de saúde (onde eu trabalhava) virou uma loucura, todos diziam ter "um peixe", "um pistolão" e coisas do tipo.
Alguns se alegravam dizendo ter falado com um ou outro vereador e sua vaga estava garantida.
Rondavam boatos que vereadores haviam pego comprovantes de inscrições de candidatos que seriam "teoricamente" beneficiados com as suas mãos santas, diziam que só precisavam assinar a prova e já estaria aprovados.
O Dudui não permitiu que "Os Peixes" nadassem...
Mas as provas aconteceram e na divulgação dos gabaritos das 40 questões eu acertei 38, só uma loucura não me deixaria na vaga esperada. A supresa foi maior quando conferi o gabarito da minha esposa e vimos que ela havia acertado 33 questões. Até aqui estávamos os 2 aprovados. As coisas iam melhorar... Será?
E os peixes dos candidatos ao concurso onde estavam?
A surpresa foi grande e Dudui não deixou que a mentalidade atrasada de alguns desmoralizasse seu governo. Dudui agiu com uma coragem e determinação jamais vistas por aqui e meses após dava posse aos novos 53 empregados públicos da municipalidade.
Aprovados por mérito e abraçados na posse.
Naquele ano eu e minha esposa votamos no Dudui e ele infelizmente perdeu as eleições, mas foi um excelente voto. Em 2008 e 2009 a situação era outra. Não dependíamos da prefeitura e ficamos na expectativa, qualquer um que fosse eleito a única diferença é que morava perto ou longe daqui de casa.
Ainda hoje guardamos nossas portarias de nomeação, apesar de termos rompido o elo com a administração municipal em 2004, quando o prefeito Neno encontrava-se na carceragem da PF e portanto, o vice-prefeito da época Pedro Matias assinou nossa carteira de trabalho selando nosso pedido de exoneração dos já cargos públicos de agentes de saúde do PSF.
Dudui inovou a ser um administrador público competente e consciente de suas funções quando NÃO PERMITIU QUE RAPOSAS DA CIDADE TOMASSEM OS EMPREGOS PREECHIDOS POR CONCURSADOS EM 2004.
E isso é o que espero da Administração de Dudui em 2009/2012. Moralização e concurso público para que nosso povo não tenha seu destino dado como moeda de troca por voto.
Dia 28 de Julho de 2009 - Emancipação Política de São José da Laje.

Segundo foi-me dito pela secretária municipal de educação, Professora Ana Aparecida no dia 28 de julho, dentre as festividades alusivas à emancipação política de São José da Laje, a Prefeitura erguerá o Memorial Fernando Pontes, a ser instalado na praça Clarício Valença, próximo a centenária Canafínstula, feita patrimônio da cidade durante a legislatura de Fernando Pontes pelo prefeito Múcio Véras a partir de um projeto de lei daquele vereador.
Este evento pra mim que fui amigo do Drº Fernando será de uma expressividade tremenda, uma homenagem merecida a um cidadão lajense que será eterno em nossas lembranças.
Brilhante idéia da Professora Ana Aparecida que só contribuirá para a Memória Cultural de nossa cidade, e espero ansioso para postar aqui no blog, ou no nosso novo site, em fase de produção - SãoJosédaLaje.Net - as fotos do evento.

Compromisso com a Educação!
Quando Luís Daniel assumiu a prefeitura pela segunda vez, em 2001, a secretaria de educação (desculpem-me, não me lembro o nome) envidou esforços e em parceria com a UFAL estabeleceram aqui um polo de ensino a distância para formação de professores das redes públicas municipais da Laje e municípios vizinhos que aderiram a idéia, formando um consórcio.
Este convênio foi mantido nos governos que se sucederam e recentemente a UFAL ampliou os cursos oferecidos, agora além de Pedagogia temos Matemática, Letras e Biologia, mérito maior no MEC e da UFAL que com o apoio da Prefeitura Municipal deverá trazer a nossa cidade o curso de Sistemas de Informação e Administração Pública, este último com turma pioneira já autorizada pelo MEC aos pólos das Universidades participantes da UAB.
Será uma excelente oportunidade para os lajenses.
Tratando deste assunto esteve reunido com os colegas, professores e tutores da UAB na Laje, o Vice-prefeito José Uilson reafirmando o compromisso da administração municipal com o ensino superior para formação de professores do sistema UAB-UFAL, o que muito nos tranquilizou. Infelizmente a reunião foi realizada no horário comercial e eu não pude estar presente por motivo de trabalho, o que soube me foi passado pelo nosso Tutor Presencial, o Professor Djalma.
Então gente, a impressão é ótima quanto ao novo governo.
Torço para que tenhamos excelentes notícias e que os elogios e críticas sejam bem recebidos.
Agora solicito que me enviem os comentários meu caros internautas, afinal vocês já são mais de 13000 lajenses espalhados pelo mundo lendo este blog.

Obs.: Com fotos extraídas da internet em sites públicos.