quarta-feira, 6 de maio de 2009

São José da Laje: Um novo governo e uma nova esperança!

O Prefeito eleito Marcio Lyra (Dudui) completa 1 mês de governo na prefeitura e ainda arrumando a casa, já começa a mostrar resultados e propostas para seus próximos anos a frente do executivo municipal.

A maravilha da democracia brasileira é o nosso país, nosso estado e nossas cidades poderem ser governadas alternadamente por todas as forças e ideologias políticas existentes. Nenhum partido ou grupo político pode fincar os pés no poder e dali não sair. De 4 em 4 anos temos a chance de mudar tudo, e quando não ficamos satisfeitos com a atual situação das coisas, exercemos esse direito maravilhoso, que é o sulfrágio universal mediante o voto.

Saímos de um processo político conturbado, onde um candidato teve sua candidatura impugnada devido erros e crimes praticados durante a gestão municipal, e punido, perdeu o direito ao exercício do mandato político, isso é o Brasil que temos hoje, onde até os grandes da política podem ser punidos por seus crimes, eles não são deuses.

Não poderia eu deixar de registrar a emoção das pessoas que estiveram presente a sessão solene da Câmara Municipal de 30 de março de 2009, estabelecida para dar posse ao novo prefeito e vice-prefeito eleito de nossa cidade, os senhores Márcio Lyra e José Uilson, respectivamente.

A Câmara foi pequena pra conter a animação que tomou conta do povo que lotou a travessa Poeta João Pinheiro, a festa da democracia necessitava ser selada naquele lugar.
Independente do grupo político vitorioso nas eleições suplementares de 15 de março a festa do povo lajense para homenagear seu novo prefeito fez resplandecer um clima de esperança e de alegria como faz tempo não se via.
Aplausos, manifestações de apoio e um forte sentimento de esperança...
Vez por outra a voz do presidente da sessão solene de posse do novo executivo municipal, o vereador João Ciríaco (o João da Galinha) era abafada pelos gritos de viva e de alegria dos correligionários e eleitores do novo prefeito, o Márcio Lyra (Dudui).
Ele tentava desvincular aquele momento da campanha que se passou mas não conseguia. Como conseguiria se todo aquele povo tinha sido crucial para o sucesso da campanha de Dudui? Foram aqueles eleitores que somaram mais de 50% dos votos válidos e elegeram o prefeito não tinha como desvincular uma festa da outra!
A democracia tem que ser respeitada e o povo que elege seu prefeito tem o direito de gritar, chorar e rir de alegria, a festa é da democracia e temos que dar graças a Deus por ela existir.
Nova visão da administração pública
Tenho como maior lembrança do primeiro governo de Dudui, entre 2003/04, o concurso público para preenchimento de emprego público de agentes de saúde do PSF.
Eu havia sido agente desde março de 1999.
Em 2003 Luizinho foi afastado pela justiça do cargo de Prefeito e o vice-prefeito, o Dudui assumiu a prefeitura definitivamente... as coisas começariam a melhorar naquele momento.
Já em 2004 o prefeito Márcio Lyra publicou o edital para os empregos públicos (regidos pela CLT) para o Programa de Sáude da Família, eram 53 vagas de agente de saúde.
Se eu não passasse estaria desempregado, se passasse nada mudaria, o que aconteceu?
Naquela época a secretaria de saúde (onde eu trabalhava) virou uma loucura, todos diziam ter "um peixe", "um pistolão" e coisas do tipo.
Alguns se alegravam dizendo ter falado com um ou outro vereador e sua vaga estava garantida.
Rondavam boatos que vereadores haviam pego comprovantes de inscrições de candidatos que seriam "teoricamente" beneficiados com as suas mãos santas, diziam que só precisavam assinar a prova e já estaria aprovados.
O Dudui não permitiu que "Os Peixes" nadassem...
Mas as provas aconteceram e na divulgação dos gabaritos das 40 questões eu acertei 38, só uma loucura não me deixaria na vaga esperada. A supresa foi maior quando conferi o gabarito da minha esposa e vimos que ela havia acertado 33 questões. Até aqui estávamos os 2 aprovados. As coisas iam melhorar... Será?
E os peixes dos candidatos ao concurso onde estavam?
A surpresa foi grande e Dudui não deixou que a mentalidade atrasada de alguns desmoralizasse seu governo. Dudui agiu com uma coragem e determinação jamais vistas por aqui e meses após dava posse aos novos 53 empregados públicos da municipalidade.
Aprovados por mérito e abraçados na posse.
Naquele ano eu e minha esposa votamos no Dudui e ele infelizmente perdeu as eleições, mas foi um excelente voto. Em 2008 e 2009 a situação era outra. Não dependíamos da prefeitura e ficamos na expectativa, qualquer um que fosse eleito a única diferença é que morava perto ou longe daqui de casa.
Ainda hoje guardamos nossas portarias de nomeação, apesar de termos rompido o elo com a administração municipal em 2004, quando o prefeito Neno encontrava-se na carceragem da PF e portanto, o vice-prefeito da época Pedro Matias assinou nossa carteira de trabalho selando nosso pedido de exoneração dos já cargos públicos de agentes de saúde do PSF.
Dudui inovou a ser um administrador público competente e consciente de suas funções quando NÃO PERMITIU QUE RAPOSAS DA CIDADE TOMASSEM OS EMPREGOS PREECHIDOS POR CONCURSADOS EM 2004.
E isso é o que espero da Administração de Dudui em 2009/2012. Moralização e concurso público para que nosso povo não tenha seu destino dado como moeda de troca por voto.
Dia 28 de Julho de 2009 - Emancipação Política de São José da Laje.

Segundo foi-me dito pela secretária municipal de educação, Professora Ana Aparecida no dia 28 de julho, dentre as festividades alusivas à emancipação política de São José da Laje, a Prefeitura erguerá o Memorial Fernando Pontes, a ser instalado na praça Clarício Valença, próximo a centenária Canafínstula, feita patrimônio da cidade durante a legislatura de Fernando Pontes pelo prefeito Múcio Véras a partir de um projeto de lei daquele vereador.
Este evento pra mim que fui amigo do Drº Fernando será de uma expressividade tremenda, uma homenagem merecida a um cidadão lajense que será eterno em nossas lembranças.
Brilhante idéia da Professora Ana Aparecida que só contribuirá para a Memória Cultural de nossa cidade, e espero ansioso para postar aqui no blog, ou no nosso novo site, em fase de produção - SãoJosédaLaje.Net - as fotos do evento.

Compromisso com a Educação!
Quando Luís Daniel assumiu a prefeitura pela segunda vez, em 2001, a secretaria de educação (desculpem-me, não me lembro o nome) envidou esforços e em parceria com a UFAL estabeleceram aqui um polo de ensino a distância para formação de professores das redes públicas municipais da Laje e municípios vizinhos que aderiram a idéia, formando um consórcio.
Este convênio foi mantido nos governos que se sucederam e recentemente a UFAL ampliou os cursos oferecidos, agora além de Pedagogia temos Matemática, Letras e Biologia, mérito maior no MEC e da UFAL que com o apoio da Prefeitura Municipal deverá trazer a nossa cidade o curso de Sistemas de Informação e Administração Pública, este último com turma pioneira já autorizada pelo MEC aos pólos das Universidades participantes da UAB.
Será uma excelente oportunidade para os lajenses.
Tratando deste assunto esteve reunido com os colegas, professores e tutores da UAB na Laje, o Vice-prefeito José Uilson reafirmando o compromisso da administração municipal com o ensino superior para formação de professores do sistema UAB-UFAL, o que muito nos tranquilizou. Infelizmente a reunião foi realizada no horário comercial e eu não pude estar presente por motivo de trabalho, o que soube me foi passado pelo nosso Tutor Presencial, o Professor Djalma.
Então gente, a impressão é ótima quanto ao novo governo.
Torço para que tenhamos excelentes notícias e que os elogios e críticas sejam bem recebidos.
Agora solicito que me enviem os comentários meu caros internautas, afinal vocês já são mais de 13000 lajenses espalhados pelo mundo lendo este blog.

Obs.: Com fotos extraídas da internet em sites públicos.