domingo, 23 de agosto de 2009

Já Provou o Café Lajense?

São 1:00 ha manhã de segunda-feira, estou vagando pela net e encontro algo inimaginável, fotos de um produto inusitado. Temos 93% de nosso território coberto de cana-de-açúcar e dou-me conta na net com o "Café Lajense", pensei que fosse brincadeira...


Não... não se trata de montagem ou anúncio de uma nova empresa aqui em São José da Laje. Encontrei primeiro as fotos mas depois o site http://cafelajense.awardspace.com/htm/cafe-english.htm, aí tudo fico explicado.

Trata-se de uma marca de café orgânico produzido na região de "Las Lajas" no Equador.

Seus produtores são pequenos cafeicultores dessa região equatoriana, que produzem o café orgânico "Café Lajense, café con sabor".

Trata-se de um café fino, premium, para ser degustado pelos melhores apreciadores de café e certificado por uma instituição renomada, cultivado com as melhores práticas orgânicas e produzido junto a Cordilheira dos Andes, pois como se sabe, os melhores cafés são os cultivados em altas altitudes.

O engraçado é que no passado São José da Laje também tinha cultivo de café, meu avó falava que plantou café e muita gente plantava por aqui, até que a crise cafeeira e o avanço da cana-de-açúcar a partir da metade do século passado fê-los abandonar de vez tal atividade.

Gostaria de saber mais sobre "La Lajas" no Equador , alguém poderia me ajudar, pesquisem e postem suas respostas nos comentários do Blog.

Adeus Dona Zezé!

A Laje está entristecida: Faleceu ontem a professora Maria José, por nós conhecida como Dona Zezé.

Pois é gente, a nossa professora de matemática no Carlos Lyra durante muito tempo, dona Zezé faleceu ontem após complicações de um derrame sofrido no ínicio da semana passada.
Dona Zezé deixou nossa cidade de luto. Pois foi sem dúvida uma pessoa querida por gerações de lajenses que foram educados naquela escola onde ela ensinara por toda sua vida profissional.
Minha última lembrança de Dona Zezé foi a 2 meses quando tive o prazer de atendê-la no guichê do caixa da agência onde trabalho. Fica comigo esta imagem de uma mulher forte, mãe de família, esposa dedicada e professora exemplar.
Seu velório foi na sua residência a rua Mal. Floriano Peixoto (antiga rua do Pontilhão) e o enterro realizou-se as 17 horas no Cemitério São José, aqui mesmo na nossa cidade. Muitas pessoas compareceram externando sua tristeza pela perda de tão nobre pessoa.
Sem dúvida alguma sua vida profissional será lembrada por todos nós que de alguma forma, como cidadãos lajenses, tivemos o prazer de tê-la como educadora em nossas vidas. E em todas as escolas desta cidade existe um professor que foi aluno da dona Zezé, como em tantos outros estabelecimentos públicos ou privados Brasil afora.
Tive a tristeza de noticiar sua morte ao amigo Alexsandro, bombeiro militar de Pernambuco, o qual externou sua tristeza pelo silêncio ao telefone e o desabafo por não poder comparecer ao cortejo fúnebre, uma vez que estava de serviço naquela corporação militar em Recife. Alex, assim como tantos outros colegas meus, ex-alunos da professora dona Zezé entre a 1ª e 4ª série dos anos 90 representou naquele momento a tristeza que nos comove.
Vai com Deus dona Zezé.
Digna de nossa homenagem!

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Quando teremos maturidade?

Até quando votaremos para pagar ou adquirir favores? Até quando seremos escravos de um sistema social e político imundo que nos aprisiona?
Lembro-me quando eu tinha 9 anos, era o ano de 1989 e a campanha política presidencial rolava a solta. Seria o primeiro ano que os jovens de 16 anos votariam para Presidente da República, que crime!
Sim amigos, um crime!
Aos 16 anos achamos que podemos tudo, até engravidar e se deixar engravidar... Mas não temos o correto discernimento sobre o certo e o errado das coisas. Apesar de com esta idade não sermos crianças tampouco somos adultos. Nossa percepção é eivada da euforia característica da idade.
Os jovens de 16 anos de idade, segundo a lei não podem ser empossados em cargos ou empregos públicos mas podem votar, não podem dirigir legalmente habilitados nem serem presos (eles são apreendidos) por crimes cometidos mas podem votar em bandidos que povoam nossa administração pública, prostituindo o Governo, em todas as suas esferas, vejam o que acontece no Senado e na Câmara Federal hoje.
Somente uma mente imunda e ardilosa poderia cogitar tal possibilidade. Ninguém poderia em sã consciência outorgar tal poder a um jovem que não pode sequer ser punido pelos seus atos.
E todos os anos as campanhas são direcionadas aos jovens e aos analfabetos, outra coisa que foi permitida pela atual legislação eleitoral em nome de uma liberdade que simplesmente transforma os contigentes de analfabetos em bucha de canhão para eleger corruptos de toda qualidade.
Assim os governos não se interessam de prestar uma educação de qualidade aos jovens e tampouco de incluir na educação formal os adultos não escolarizados, certamente para salvá-los de decisões tão difíceis quanto votar e ser votado.
Dizem que o homem simples (isto quer dizer analfabeto) vive mais feliz porque não tem estresse. Não tendo que se preocupar com as agrúrias da política.
Mas como sabemos a política é quem decide nossa vida: a estrada, o posto de saúde, a escola, a faculdade, o salário mínimo, o dentista... tudo isso depende de política.
O desemprego e a falta de oportunidades transforma o jovem estudante em bucha de canhão pra eleger todo tipo de gente.
O homem de bem que vive na cidade ou no campo trabalhando e gerando riquezas é um bobão sem chance alguma. O maloqueiro que não sabe o que é trabalho ou compromisso mas é filho de fulano ou de sicrano, tem dinheiro para pagar a R$ 50,00 ou R$ 100,00 o voto por cabeça, esse sim é desenrolado e tem voto pra deixar qualquer homem de bem na poeira.
Até quando meus amigos seremos nós eleitores (sim porque mais cedo ou mais tarde todos nós agimos assim) votaremos neste tipo de candidatos.
Podemos revolucionar o mundo simplesmente sendo candidatos e votando conscientemente, deixando a velha politicagem dar lugar a política de verdade.

domingo, 2 de agosto de 2009

Banda Larga chega em São José da Laje

O serviço de banda larga da Oi finalmente chega em São José da Laje. Trata-se do Oi Velox, com 300 Kbps o serviço promete facilitar a vida dos lajenses que precisam de uma conexão com melhor qualidade e confiável. Agora temos internet discada, via rádio e adsl.

Em 2000 comprei meu primeiro computador, era um K-6 2 de 500mhz da AMD (processador), na época descobri a internet, via UOL e depois IG (grátis). Estourei a conta telefônica e tive que cancelar a assinatura.
Na época não haviam lan houses por aqui.
Em 2001 entrei na UFAL e descobri a net banda larga de lá (que na época nem era tão larga, era uma porcaria) a qual eu não precisava pagar. Vivia baixando arquivos de apostilas e livros eletrônicos.
Aí o tempo passou e recentemente tivemos a Zumbi Net provendo net via rádio aqui na Laje, foi uma revolução. Todo mundo começou a comprar um computador, é que muitos até hoje acham que o PC só serve se tiver internet.
A Zumbi Net aqui cresceu demais em número de clientes, mais que o link pôde suportar. A conexão piorou e vivia caindo ou nos deixando na mão. Melhorou bastante depois que AJ Net assumiu a operação aqui na Laje, a conexão continuava horrível mas o suporte melhorou muito. Hoje a AJ Net possui três antenas instaladas, 2 aqui na Laje e 1 na Usina Serra Grande, algumas pessoas da Laje devido condições geográficas recebem o sinal da USGA, e o resultado é que o serviço para o cliente ainda é o mais viável economicamente.
Também existe aqui a LajeNet, segundo seus usuários é bem estável mas também possui as falhas características do tipo de acesso, via rádio.
Agora chegou a Oi Velox, uma verdadeira e cara revolução!

Mas o que é Oi Velox?

Segundo a Wikipédia: "Oi Velox (antigo Velox), é um serviço de acesso a internet em alta velocidade baseado na tecnologia ADSL (Asymmetric Digital Subscriber Line), transmitido via linha telefônica da operadora de telecomunicações Oi Fixo (antiga Telemar).

Atualmente as velocidades do Oi Velox são comercializadas nas versões de 150 Kbps, 300 Kpbs, 600 Kpbs, 1 Mbps, 2 Mbps, 4 Mbps, 8 Mbps e 10 Mbps.

Na Laje a maior velocidade a ser oferecida será de 300 Kpbs, acredito que se for viável, a partir do acesso a esta nova tecnologia na região deve ser aumentada a oferta de velocidade gradativamente, é como a Oi faz em todas as cidades onde chega.


Vantagens e Desvantagens

A principal vantagem é a rapidez e a constância da mesma. Com 300 Kpbs dá pra baixar arquivos de 30 megas em apenas 2 minutos, o que na serviço via rádio da AJ Net ou Laje Net é possível em mais ou menos 1 hora, devido a baixa largura de banda disponível para download destas redes.
O preço fixo em R$ 62,00 ajuda a fazer uma acomodação das despesas mensais fixas.
Uma desvantagem é que fica inviável para quem usa net casualmente para comunicar-se por MSN, acessar Orkut e possui uma renda de até 2 salários mínimos, o custo total chega a mais de R$ 152,000 uma vez que é necessário ter uma linha telefônica Oi Fixo e devido a despesa extra de R$ 40,00 de assinatura.
Comparando AJ Net ou Laje Net você gasta apenas R$ 120,00 na antena uma única vez e R$ 50,00 por mês, num primeiro ano você gastaria R$ 120,00 (antena com USB) + R$ 600,00 de mensalidade, num total de R$ 720,00, já na Oi Velox você teria que gastar por mês no mínimo R$ 40,00 de assinatura da linha telefônica, R$ 62,00 do Oi Velox e R$ 10,00 do provedor se desejar ter o modem grátis, no total de R$ 1.344,00. Dá pra você?
Se você tem 2 ou mais computadores em casa (meu caso, um notebook e um desktop) você pode instalar um roteador wi fi (eu já tenho havia comprado na tentativa de melhorar a recepção da conexão a rádio) e ter acesso a internet de todos os seus computadores. Dá pra compartilhar desta forma com os vizinhos e quem sabe até dividir os custos (procure um técnico competente para se informar ou busque no Google).

Requisitos para ter o Oi Velox

É necessário uma linha telefônica, o modem ADSL e a assinatura do serviço na Oi e um provedor de acesso. No site da Oi existem links para provedores que dão um modem ADSL grátis em troca de um contrato de fidelidade. A própria Oi faz isso por apenas R$ 10,00 já o Globo.com da poderosa rede de tv faz o mesmo por R$ 19,90 ao mês, no final do período o modem é seu. Na Globo.com o primeiro mês é grátis.
Eu escolhi a Globo.com e ganhei o pacote de exclusividade para acesso ao Brasileirão 2009, No Limite e BBB10 (estes não me interessam em nada), o melhor é o acesso livre e ilimitado a todas as publicações e reportagens do portal Globo.com, nisso aí todas as revistas da Editora Globo.

Resumindo

AJ Net e LajeNet certamente não desaparecerão com a chegada do Oi Velox, para a maioria dos lajenses não compensa tê-la e o acesso via rádio continuará sendo a melhor opção.
A qualidade da conexão via rádio deve melhorar porque a perda de clientes deve acontecer. Mas estes serviços não fecharão uma vez que poderão reajustar seus preços em até 30 %, passando de R$ 50,00 para R$ 65,00 e ainda sim ser melhor do que o Oi Velox na questão custo.
Veja bem essas mudanças são especulação minha, é o que deve acontecer. Porque compartilhar o acesso do Oi Velox via roteador wi fi nem sempre compensa, acredito que deve-se ter um computador conectado permanentemente para rotear o serviço, isso apresenta custos com energia elétrica e o desgaste natural da máquina e consequentemente perda da qualidade do link que se divide para tantos quantos forem os terminais conectados. Compensa fazer isso em edíficios onde a conexão de 1 Mega ou mais custa no máximo R$ 100,00 e assim pode ser compartilhada com mais pcs e mantendo uma qualidade considerável.

Por que mudar pra Oi Velox?

Pra mim foi por necessidade.
Estou fazendo um curso a distância e necessito sempre em horários programados entrar na rede, o que nem sempre tem sido uma experiência agradável via rádio. Quando chove nem se fala.
E o preço compensou?
Pra mim a diferença será um aumento de 30% no custo fixo mensal, uma vez que já tenho a linha, contratada unicamente para me atender quando a AJ Net não permite conectar-me.
Agora poderei assistir minhas aulas com vídeo streaming ou baixá-las para assistir remotamente via no PC e ainda captar o sinal com o roteador Wi Fi no Notebook, que já veio preparado com a devida placa wireless.

Mas gente a Oi Velox não compensa pra todo mundo não. Na maioria dos casos AJ Net e Zumbi Net vão continuar sendo a forma de acesso mais vantajosa.
Em um mercado competitivo seria o caso destas duas empresas AJ Net e Zumbi Net juntarem-se para melhorar o suporte e acesso dos clientes.
E descobrir outras formas de aumentar a receita sobre o serviço oferecido. Dá pra fazer isso. Tem espaço para tal coisa.

Qualquer dúvida, deixe um recado no mural ou poste um comentário.